Empresa de táxi aéreo que transportava Gabriel Diniz estava ilegal




Foi no fatídico dia 27 de maio de 2019 que os fãs receberam a notícia que o avião que transportava o cantor Gabriel Diniz havia caído no Povoado Porto do Mato, em Estância, Sergipe.


Antes de receber a confirmação da morte do cantor que havia conquistado o país meses antes com o sucesso “Jenifer”, com o clipe estrelado pela a atriz Mariana Xavier, a Defesa Civil do município de Estância, Corpo de Bombeiros e Grupamento Tático Aéreo foram acionados para tentar resgatar com vida os tripulantes.


Horas depois a triste confirmação da morte do GD, após a equipe de resgate ter encontrado o avião enterrado no mangue em um local de difícil acesso.


Mas quase um ano após a morte de Gabriel Diniz, a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), divulgou uma nota com a conclusão do inquérito sobre o acidente aéreo.


De acordo com a note divulgada pela agência, a aeronave de matrícula PT-KLO, que caiu e resultou na morte do cantor Gabriel Diniz e mais dois pilotos, em maio de 2019, fazia táxi aéreo ilegal.


O comunicado ainda explica que, com a conclusão do processo administrativo para constatar o Transporte Aéreo Clandestino (TACA) e outras irregularidades, o Aeroclube de Alagoas foi autuado. Cinco autos de infração, que atualmente estão em julgamento, foram emitidos. Um ofício com os resultados das investigações foi enviado à Polícia Federal de Alagoas.


Segundo a nota, a aeronave estava registrada dentro da categoria “instrução”, tornando proibida a prestação de serviço fora da finalidade estabelecida – incluindo o transporte de pessoas remunerado.


As investigações foram conduzidas pelo Segundo Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (SERIPA II), de Pernambuco (PE), órgão regional do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (CENIPA), do Comando da Aeronáutica.


A trajetória de Gabriel Diniz

Gabriel Diniz nasceu no dia 18 de outubro de 1990 em Campo Grande, na adolescência se mudou para João Pessoa na Paraíba. Foi na adolescência que se reuniu com os amigos da escola e criou uma “Banda de Garagem”, se tornando a sensação entre a juventude da cidade, também foi vocalista das bandas: “Forró na Farra” e “Cavaleiros do Forró”. Na época o cantor cursava faculdade de engenharia elétrica e dividia seu tempo entre os estudos e a música.


Em sua carreira solo, o cantor possui seis álbum lançados, como: “GD at the Park (Ao Vivo)” (2016), “GD live (Ao Vivo)”(2016), “GD Verão” (2016), “GD” (2017), “Gabriel Diniz Na Ilha (Ao Vivo)” (2018), “À Vontade” (2019.


Se tornou nacionalmente conhecido pelo single “Jenifer”, single que ficou em 1° lugar entre as mais tocadas nas rádios e paradas de streamings de música do Brasil se tornando o hit do verão de 2019


  • Voltar as noticias da rádio! -